Convido todos os que se fazem presente nessa publicação para conhecer esse lindo trabalho de Fé, Amor e Caridade, Solidariedade Humana.

Antes de qualquer coisa, quero compartilhar a carta do presidente da ADEJ, Professor Sérgio Luiz Barreto de Sá, com o propósito de apontar diretamente o objetivo e missão dessa instituição. Acredito que a leitura ajuda a dar continuidade neste trabalho, além de esclarecer ao público a verdade daqueles que se disponibilizam a servir solidariamente e agir em prol do ser humano.

Respeitosamente aproveitando o final da carta,  Deus não ama apenas quem dá com alegria, mas também aqueles que são felizes no ato de doar, participar, envolver-se e sentir.
Dando continuidade, mostro agora o encontro da ADEJ com outras associações. Juntos realizaram algumas reivindicações e, na sua maioria, obtiveram sucesso.

 

É bom saber que é possível realizar propósitos com persistência, dedicação e valores de caráter humano!

Parabenizo e agradeço ao presidente e professor Sérgio Luiz Barreto de Sá e toda a sua equipe eficiente da ADEJ, nada seria possível sem a prestimosa colaboração de seus membros solidários e dedicados. Agradeço também os pertencentes às outras associações. Concluo essa mostra oficial da ADEJ convidando a todos que curtem o nosso ROSA VALENTE a acessarem também o site da ADEJ. Vamos acompanhar?

Em uma nota pessoal, autorizo-me a compartilhar que, ao longo dos anos, o Professor Sérgio Luiz Barreto de Sá e sua esposa, Sra. Virginia Lyra Barreto de Sá, sempre auxiliaram, ampararam e confortaram todas as pessoas que chegavam até eles, conhecidos ou não. Eu e minha família fomos vitimas muito felizes da solidariedade digna desse casal. Ah! Com isso aprendi que: “Quem disse que vitima nesse caso de amor fraterno, limpo e leal é sinônimo de sofrimento?” Sendo assim, o mínimo que posso fazer é aproveitar essa oportunidade para dizer em público um grande OBRIGADO! Por fim, gostaria também de dar o titulo “De oficioso para o Oficial” a esse pequeno relato pessoal.