Me chamo Marluci Scopel, moro em Campo Largo – PR e tenho 28 anos. Sou designer freelancer, artista plástica, escritora e desenhista. Sempre busquei enfrentar todas as limitações da minha deficiência física com bom humor e muita força de vontade.

Sou formada em Design Gráfico pelo Unicuritiba, completamente apaixonada pelas artes e, sobretudo, pela maneira como o design pode influenciar nosso cotidiano.

Depois de realizar várias entrevistas de emprego em minha cidade e até mesmo em Curitiba, percebi que as empresas que dizem querer contratar PCD’s também possuem preconceito com essas mesmas pessoas. Apesar de ser formada e ter experiência em empregos anteriores, as empresas me considerado deficiente “demais” para eles. Para quem não sabe, sou portadora de distonia generalizada devido a uma falta de oxigenação no cérebro na hora do parto. Cresci ouvindo médicos dizendo que eu jamais iria andar, mas que minha mãe deveria ficar feliz por minha mente ser perfeita. Ao contrário de todos os diagnósticos eu comecei a andar com 4 anos de idade, sempre frequentei escolas normais e nunca repeti um ano sequer. Aos 11 anos aprendi a desenhar com os pés, hoje sou artista plástica e designer e trabalho sempre desta maneira. Jamais, em minha história de vida, acreditei em diagnósticos negativos ou aprisionantes. Por isso, deixo aqui um recado: meu sucesso não será regido por pequenas derrotas, eu vou fazer a diferença por mim mesma, como sempre fiz.