Seja ele de lã ou um trend clouth impermeável – que o frio não passa–, um bom casaco é um salva vidas e um salva looks.
Um jeans e um casaco é um look, agora, um jeans e um bom casaco é uma produção. Mas qual casaco comprar? Como escolher em meio a tantas opções no mercado?

Ponto número 1: que seja de qualidade, o que necessariamente não quer dizer caríssimo, mas também não vai ser tão em conta assim. Mas a) tenha na cabeça que é um investimento; b) com os cuidados certos, tem longos anos de vida, e c) não vai te deixar passar frio.

Ponto 2: escolha uma cor neutra, isso porque óbvio combina com tudo, nunca sai de moda e você pode ir trabalhar.

Ponto 3: em hipótese alguma compre um casaco branco, a menos que seja seu sonho de consumo.

Ponto 4: comprimento mais confortável possível para cada um, o que varia muito. Mas se possível sempre tapando o quadril.

Ponto 5 e mais importante: o tecido. Opte por aqueles mais quentes, aqueles que não preciso colocar muita roupa de baixo do casaco, ele por si só já esquenta.

Ponto 6: na lavagem, nada de sabão pesado. Se você mesma for lavar, use sabão de coco ou de glicerina, ou até mesmo aqueles suaves para bebês são as melhores opções.

O ponto 7: não precisa lavar a cada vez que usa. Cuidado para não lavar sempre, use uma escova de cerdas macias para tirar qualquer pelinho de roupa, passa um pano levemente umedecido, conserve sua peça.

Ponto 8: preste atenção nas costuras, hoje em dia é tão difícil achar costuras resistentes, que na primeira usada não se desfaça.

Ponto 9: não vá nas tendências. Nesse momento é melhor comprar algo mais clássico, o que não quer dizer careta. Mas não compre uns casacos caros de estampa por exemplo, e uma peça mais difícil – mais não impossível – de usar.

E claro, escolha uma peça que tenha a sua cara, seu estilo e que você saiba que vai usar.

Ah, se você lê as colunas do blog e segue as nossas vidas, use a tag #MeuLookRosaValente para gente poder ver as suas produções.