No Rio de Janeiro tem muito tiroteio, bandido, assalto, muitas vítimas de bala perdida? Infelizmente tem, sim! Mas também possui muitas coisas boas que os noticiários não mostram.

Tem muita gente honesta vendendo bala no sinal, pessoas enfrentando o calor da praia vendendo lanches, biquínis, bijuterias para ter o que comer. Projetos sociais que dão certo porque as pessoas se preocupam em ajudar o próximo e não com a vida alheia.

Aqui as pessoas saem para a balada com o intuito de se divertir e não de brigar. Todos divertem-se com suas turmas, porém a maioria é sempre muito receptiva. Nunca ficamos (eu e a cuidadora) em um canto sozinhas. Sempre tem alguém para dançar, rir e conversar com a gente, o que torna as festas bem mais legais.

Ninguém está preocupado com status social, roupas ou carro, porque o status é a alegria.

Isso que eu nem falei em entretenimento, vida cultural extremamente rica, na natureza e nos lindos pontos turísticos conhecidos no mundo todo.

Como em tudo na vida, tem seus prós e contras. Acho eu, que os telejornais deveriam pelo menos, de vez em quando, mostrar as belezas da “Cidade Maravilhosa”, e não só tragédias e violência. Não vivo em nenhum conto de fadas, sei bem a realidade desta cidade. Fatalidades acontecem, inclusive dentro da nossa casa. Claro que temos que tomar certos cuidados e precauções para não dar chance para o azar. Eu acredito que só partimos desse mundo quando for nossa hora.

Pena que tantas pessoas ficam aprisionadas em suas casas com medo da violência e esquecem de viver. E viver é preciso, é necessário e faz a gente muito feliz.