A gratidão é uma das atitudes mais nobres que o ser humano pode estabelecer na sua vida.

Talvez você não saiba, mas em algumas culturas o agradecimento tem valor significativo e é quase como um ritual diário

Os árabes, por exemplo, pronunciam hamdulillah várias vezes durante o dia como forma de agradecimento e reconhecimento pelas dádivas.

No budismo, o ato de agradecer faz parte dos ensinamentos e hábitos imprescindíveis para seguir na filosofia.

Mas o que o “agradecer” traz para a vida dessas pessoas?

Muitas coisas, entre elas paz interior, pensamentos positivos e menos ansiedade.

Para o estado de espírito a gratidão é como um tônico, que afasta o mau humor e o péssimo hábito de reclamar.

Ou seja, a gratidão tem poder!

Neste artigo quero falar com você sobre o poder da gratidão, e o fato de que, a partir do momento que a colocamos em prática, começamos a enxergar a vida de outro modo.

 

Praticar a gratidão para purificar pensamentos e emoções

Alguma vez você já olhou para os vizinhos do seu bairro (principalmente aqueles com mais dinheiro, status, etc) e no seu pensamento uma voz insistente ficou martelando “se eu tivesse o que ele tem eu seria mais feliz”?

Isso pode parecer trivial, mas é uma forma frequente de pensamento e que ocorre nas mais diversas situações.

Ora consideramos que se fossemos mais bonitos nos sentiríamos de tal forma. Ora pensamos que se tivéssemos tal posição profissional as coisas não seriam desse jeito. Assim por diante nossos pensamentos buscam nos “conformar” e justificar atitudes que nos prejudicam emocionalmente, como a ansiedade descontrolada e até mesmo a infelicidade.

Sim, o hábito de achar que a grama do vizinho é mais bonita é uma característica do ser humano, mas isso definitivamente não soma a nossa vida.

Se ao invés de invejar a vida do outro você pusesse mais força e energia nos seus projetos, agradecendo constantemente pelo que já tem, acredito na probabilidade de transformação na sua vida.

Com novo vigor e concentrado em reconhecer e agradecer cada conquista:

  • Seja material;
  • Seja espiritual;
  • Seja emocional.

A ansiedade que as “buscas afoitas” geram desaparece, e você começa a perceber o valor em cada coisa, mesmo nas mais sutis.

 

A gratidão como a porta de entrada para a serenidade

A gratidão alimenta os bons pensamentos e constrói forças internas poderosas.

Através dela aprendemos a focar, antes de tudo, na nossa vida em especial aos nossos méritos e pontos positivos.

Veja bem, se você consegue reconhecer cada conquista e tudo o que tem, automaticamente passa a dar mais valor para si próprio.

Afinal, foi você o agente para que as coisas acontecessem.

Enquanto você humildemente não apreciar suas conquistas, ao olhar pela janela ainda desejará ter o jardim do vizinho.

Praticando a gratidão aprendemos nos posicionar com bom senso

Quando valorizamos pequenas coisas, e neste caso consideremos também as coisas materiais, aprendemos a gerir a rotina com muito mais bom senso.

Por exemplo, se hoje você ainda não tem tudo o que programou para si, repare naquilo que já conquistou.

Passe a valorizar seu plano material atual, para assim definir os objetivos para novas conquistas.

Profissionalmente pode não estar totalmente satisfeito, mas pode colocar em prática agradecer pelo que tem, atraindo assim melhorias para si.

E no plano espiritual, reconheça sua capacidade de doação para com os problemas dos outros e pela disponibilidade dos outros em te ajudar também.

Você pode agradecer por se manter persistente e corajoso quando enfrenta seus problemas.

E no seu relacionamento? Como poderia praticar a gratidão?

Praticar a gratidão antes mesmo de “pedir”, é um desafio, quando insistentemente queremos muito mais!

Mas é o tipo de desafio que vale muito a pena, acredite!

 

Através da gratidão desenvolvemos a comunhão com o próximo

Quando agradecemos mais do que pedimos, reconhecemos também as carências que fazem parte da vida de outras pessoas.

Dentro de nós, além de menos ansiedade, mudanças se fazem presentes, como:

  • Desenvolvemos a generosidade;
  • Aprendemos a perdoar;
  • Nos tornamos mais solidários;
  • Passamos a perceber o mundo com mais vontade;
  • Nossa motivação aumenta;
  • Nos deparamos com muito mais pensamentos positivos.

E ainda você corre o risco de se tornar mais altruísta, e parar de vez de invejar a grama do vizinho, o que não seria nada mal, não é mesmo?

 

A gratidão como uma forma de redescoberta

Sei que se está lendo este artigo é porque procura por um algo a mais.

Algo que talvez preencha o vazio e que possa te ajudar a aliviar a ansiedade comum quando queremos muitas coisas.

Querer, desejar e sonhar não é errado. Ao contrário, é a força que nos move.

Porém, até que ponto este “querer” pode estar atrapalhando a sua capacidade de valorizar o que tem no presente.

Aquilo que tem hoje deve ser o seu bem maior!

Michel Eyquem de Montaigne, foi brilhante ao dizer uma frase muito popular no seu belo poema elaborado com muito foco no presente:

“Esquece o futuro… ele não te pertence”

Michel Eyquem de Montaigne

Por um momento sugiro que apenas observe tudo o que tem!

Olhe carinhosamente para suas coisas pessoais, para sua família, para seu corpo e principalmente para dentro de si.

Seja receptivo às suas bênçãos, mesmo a mais sublime, como poder observar a beleza de uma flor, ou o por sol, ou ainda o sorriso de quem ama.

E então agradeça com toda verdade possível!

És uma pessoa bela, merecedora e que tem tudo para dar sempre certo neste paradigma chamado VIDA!

Eu como profissional, e acima de tudo pessoa, pratico a gratidão.

E seria um prazer imenso colaborar com você para te orientar nesta caminhada na sua busca por uma vida:

Com menos ansiedade!

Mais pensamentos positivos!

E com muita gratidão!

Se gostou do assunto, vem conhecer meu site www.spinelli.vip , e se precisar de ajuda, procure. Um abraço! J