Abril Laranja

Por |2018-04-12T17:02:13-03:00abril 16th, 2018|Categories: PETS|Tags: , , , , , , , , , , |

Olá, galera!

Hoje minha coluna veste laranja, afinal, estamos no mês de abril, o escolhido pela ASPCA – Sociedade Americana para a Prevenção da Crueldade aos Animais – como “mês de prevenção da crueldade contra animais”.

A logomarca da campanha é um laço no estilo das campanhas humanitárias diversas, cuja coloração é o laranja.

É um tema muito forte e com bastante discussão, pois existem opiniões diversas sobre o que é ser cruel com os animais.

Não estou aqui para falar se é certo ou errado, apenas para lembrar que nossos Pets, nossos animais domésticos, selvagens, exóticos e silvestres precisam de carinho e amor!

Precisamos parar de lamentar em sites, post, vídeos e mensagens, temos que tornar nosso mundo melhor, com mais amor próprio, mais amor com os outros (animais também). Devemos fazer e espalhar o bem, esperar o que há de melhor em nossos irmãos de duas e quatro patas, dos de asas, dos com nadadeiras e aqueles que não vemos. Rsrsrs (Risos)

Já existem leis que coíbam essas atitudes criminosas, não podemos ficar calados ao vermos esse tipo de violência acontecendo diante de nós!!

Nossos pets nos ensinam todos os dias o que é amor, o quão felizes eles olham para gente, seus rabos longos ou “cotós” balançando tão rápido, suas colunas se torcendo, seus latidos e miados de felicidade ao apenas nos vermos ao chegar em casa, ao ouvir o ruído do carro, elevador, interfone e etc.

Até mesmo após colocarmos de castigo quando fazem “bagunça”, eles

Burnout e a Síndrome da Compaixão na Medicina Veterinária

Por |2018-02-01T14:32:21-02:00fevereiro 2nd, 2018|Categories: Psicologia, Reflexões|Tags: , , , , , , , , , , |

Olá, galera. Hoje trago o texto de um colega de profissão que fala sobre Burnout e a Síndrome da Compaixão, segue o texto abaixo!

BURNOUT é uma palavra em inglês que está relacionada com uma sensação de exaustão emocional. Como se alcançássemos o limite para lidar com os desafios na profissão. Nenhuma atividade profissional é livre de desafios emocionais, mas algumas delas lidam diretamente com a ansiedade em níveis acima do cotidiano da maior parte da população. Imagine a cabeça do palito de fosforo incandescendo: é efetiva, brilhante, funcional e, depois, apaga. Um palito de fósforo queimado não oferece mais fogo, energia, está esgotado no seu principal potencial. To burn, em inglês, significa queimar e burnout significa queimado, estafado ou, melhor, esgotado. O esgotamento emocional relacionado à profissão foi apresentado para a comunidade científica como uma justificativa para um mal cada vez comum: a exaustão oriunda da atividade profissional. É objeto de estudos dos psicólogos por quem eu sempre tive uma admiração imensa. A enfermidade da alma sempre me chamou mais atenção quando comparada àquelas físicas. Esse sofrimento é incisivo e cruel. eu posso garantir.

Por que os médicos veterinários sofrem mais? São inúmeras as justificativas, mas a principal dela é que vemos mais pacientes morrerem quando somos comparados com outras profissões ligadas à cura. Sofremos pelo nosso paciente – mas não estamos lá para sofrer – somos acionados para curar. E é assim que muitas vezes somos tratados. Uma parte da sociedade deixa claro que se gostássemos de animais, não seríamos médicos