A Sutil Arte de Saber Dizer Não

By |2019-02-13T09:46:02-03:00fevereiro 13th, 2019|Categories: Psicologia|Tags: , , , , , , , |

A arte de saber ignorar supõe, muitas vezes, nos afastarmos de certas situações e inclusive pessoas. Portanto, ignorar é aprender a dizer não; é priorizar as coisas que realmente são importantes para você. Entenda que priorizar não é apenas ignorar o que te prejudica; é reorganizar a vida de forma a encontrar espaços próprios para ser autêntico, estar com pessoas que genuinamente lhe são queridas e sentir-se feliz. A propósito, ser feliz, ou perceber-se feliz, é um estado subjetivo, ou seja, é algo pertinente ao sujeito, é um sentimento individual, particular – é uma escolha pessoal. Ser feliz, é acima de tudo, um ato de coragem! E para isso, é necessário adquirir um olhar mais positivo e também mais realista das pessoas e das situações nas quais você está envolvido. Então, desenvolver o autoconhecimento (conhecimento de si) é de fundamental importância para esse processo, que é gradual e está em constante transformação, como o exemplo da Lei de Lavoisier, postulada em 1785 pelo químico francês Antoine Laurent Lavoisier (1743-1794), a Lei da Conservação das Massas. Considerado o Pai da Química Moderna, segundo ele: “Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”.

“A felicidade acontece quando, o que você pensa, o que você faz e diz estão em harmonia” (GANDHI, 1868-1948). Em outras palavras, é ser coerente com o que você pensa, faz e sente; é ser honesto com você, antes de tentar uma suposta honestidade com o outro. E para isso se tornar realidade, é preciso criar estratégias