Psicopedagogia, ensinar e aprender

By |2019-05-03T09:05:09-03:00maio 22nd, 2019|Categories: Reflexões|Tags: , , , , , , , , , |

O assunto de hoje será a Psicopedagogia, uma especialidade da Psicologia e da Pedagogia.

Nas últimas décadas, a Psicopedagogia surgiu para cuidar dos problemas de aprendizagens e para compreender esse processo no sistema de ensino brasileiro, propondo ações preventivas com novas alternativas de ações voltadas para a melhoria da prática pedagógica disseminada nas escolas. A partir de seu surgimento, a Psicopedagogia tem um enfoque preventivo que considera o objeto de estudo da Psicopedagogia o ser humano em desenvolvimento, enquanto educável. Posteriormente, simultaneamente nasce a prática terapêutica, que intervém no processo de ensino aprendizagem, na avaliação e no diagnóstico de possíveis dificuldades patológicas educacionais.

BOSSA (1991) defende que a Psicopedagogia estuda o ato de aprender e ensinar, levando sempre em conta as realidades internas e externas da aprendizagem, tomadas em conjunto. E, mais procurando estudar a construção do conhecimento em toda a sua complexidade, procurando colocar em pé de igualdade os aspectos cognitivos, afetivos e sociais que lhe estão implícitos.

O psicopedagogo trabalha levando em conta a subjetividade do paciente, as questões que impedem a aprendizagem. Ressignificando conceitos, defesas e reaprendendo a aprender. Promovendo o crescimento moral, a constituição da identidade, o desenvolvimento da autonomia, potencializar suas habilidades e suas inteligências múltiplas.

Conforme fundamentam OLIVEIRA e BOSSA (1997), o trabalho psicopedagógico é orientado pelo processo ensino-aprendizagem, visando favorecer a apropriação do conhecimento no ser humano, ao longo de sua evolução. Esse enfoque terapêutico desenvolve-se na forma individual ou grupal, na área de saúde mental e da educação.

Por fim, o processo de ensino é algo vivo,

Moda Inclusiva, Andréia da Silva e o Jornalismo de Moda

By |2017-11-14T13:04:56-02:00novembro 14th, 2017|Categories: Moda|Tags: , , , , , , |

Professora Ms. Ana Elizabeth Simões, gaúcha, 65 anos, Docente em cursos de Design de Moda, Moda, Jornalismo, Publicidade e Administração em Marketing em Santa Catarina. Apaixonada por minha profissão, na área privada e docência.

Sou professora e especialista em Jornalismo de Moda. Mestre em Engenharia da Produção com ênfase em Produtividade empresarial e Marketing. Desde 1991, ministro aulas em cursos universitários de Moda e Jornalismo em Santa Catarina, onde resido. Mas esta é uma breve apresentação, o que interessa, nesta linda trajetória que tanto me fascinou, é o meu primeiro contato com a Moda Inclusiva, através de disciplina que ministrei – esta na Associação Luterana Bom Jesus Ielusc de Joinville (SC) – como professora pesquisadora da disciplina e pesquisadora voluntária na área de Moda; visto que é disciplina opcional nos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda.

Moda Inclusiva ainda é um assunto pouco pesquisado e com raras introduções como disciplina fixa no desenho curricular das universidades. Para ilustrar esse contexto, nada melhor do que torná-lo prático e experiencial com uma de minhas alunas, cadeirante, portadora de paralisia cerebral e com alguns problemas neurológicos de fala e coordenação motora. Andréia, a minha Deinha atriz (Andréia da Silva, 36 anos), formada ano passado em Jornalismo pela instituição citada e literalmente apaixonada por Moda e Moda Inclusiva. Como temos aqui no estado o maior evento do Sul em Moda Inclusiva, na sua edição em Florianópolis um dos seus sonhos, era assistir/ desfilar no evento. Embora ela ainda não tenha conseguido, sei que muito em