Esperando sua visita

By |2018-09-04T11:16:04-03:00setembro 6th, 2018|Categories: Reflexões|Tags: |

Voltando de uma visita em um hospital na Lagoa, do meu amiguinho que havia passado por um procedimento cirúrgico, tive a inspiração para escrever esse texto. Tudo começou quando tive meu primeiro filho e ele precisou passar alguns dias na CTI (Centro de Terapia Intensiva) por conta de uma infecção, foi um grande susto, passei nove longos dias até a alta para casa. A partir dessa experiência, passei a visitar amigas e mães desconhecidas que também passaram por isso. Foram poucas visitas, mas intensas e inesquecíveis.

Depois disso, o mesmo filho, aos cinco anos, teve uma pneumonia agravada por uma crise asmática. Passou dez dias no hospital, sem poder sair da cama. Nessa época, não era só eu que precisava de uma visita, uma oração, meu filho também precisava. Não somos do Rio, apesar de cariocas (rsrs), não tínhamos família aqui, como temos hoje (amigos mais chegados que irmãos).

Lembro com muito carinho de minha mãe e minha tia virem de longe para vê-lo. Ele estava radiante, pois naquele dia teve alta e recebeu as visitas mais que esperadas. Não preciso dizer que essa segunda internação foi determinante para eu começar a visitar crianças. Claro que chego com o “kit hospital” (nome patenteado por uma amiga) no qual a criança recebe uma lembrança para desenhar, pintar, ler… para distrair, pois não aguenta mais assistir TV. Visitei poucas crianças, muito menos do que gostaria e não sei dizer se é mais gostoso para mim ou para elas…

Pude vivenciar a empatia a partir da