Dia das Mães

By |2019-05-07T16:55:02-03:00maio 9th, 2019|Categories: Reflexões|Tags: , , , , |

À minha mãe,

Uma singela homenagem à minha MÃE e todas as mulheres que de alguma forma são mães também. Que esse dia seja lembrado pela importância de uma mãe na vida de seu(s) filho(s).

Fiz uma brincadeira com a junção de algumas letras de música (fica aqui o meu agradecimento aos compositores e cantores) que me afetam, com o intuito de emocionar a todos neste dia simbólico e tão especial, como no dia do nascimento de um filho! Momento único e inesquecível.

“Amor da minha vida, daqui até a eternidade… Nossos destinos foram traçados nos maternidade…”

Mãe, pra você guardei o amor, que eu nunca soube dar, o amor que tive e vi sem me deixar sentir, sem conseguir provar. Mãe, pra você guardei o amor, que sempre quis mostrar, o amor que vive em mim, vem visitar.
Mãe, pode ser que daqui algum tempo, haja tempo pra gente ser mais, muito mais que duas grandes amigas, mãe e filha talvez. Mãe, pode crer eu estou bem, eu vou indo, vou tentando, vivendo e pedindo, com loucura pra você renascer.

Mas é preciso ter força, é preciso ter raça, é preciso ter gana sempre. Quem traz no coração essa marca (de ser mãe), possui a estranha mania de ter fé na vida.

Vai tua vida;
Teu caminho é de paz e amor;
A tua vida;
É uma linda canção de amor…
Ah Mãe! Se todos fossem iguais a você, que maravilha viver.

Sonho meu, sonho meu,
Vá buscar quem mora longe, sonho meu…
Vá mostrar essa saudade, sonho meu…
Sonho meu, sonho meu!

Feliz Dia

Tributo à Carrero

By |2018-03-12T11:14:02-03:00março 14th, 2018|Categories: Cultura|Tags: , , , , , , , , , |

Faleceu no último dia 3 a atriz Maria Antonieta Portocarrero Thedim, Tônia Carrero. O mundo cênico brasileiro chora! Tônia entrou na minha vida em 2004 com Senhora do Destino (último trabalho na TV da atriz), novela de Aguinaldo Silva, reprisada recentemente no Vale a Pena Ver de Novo. Posteriormente a atriz ainda fez participações no cinema e no teatro.

Eu não posso dizer que acompanhei a carreira de Tônia porque como vocês sabem eu nasci em 1997, quando ela fez a sua última novela eu tinha apenas 7 anos. Ela ressurgiu na minha vida em 2013, quando o público elegeu “Água-Viva” (1980) como a nova reprise do Canal Viva. Foi aí que me apaixonei por Stella Simpson, pela beleza de Tônia e pelo seu grandioso talento. Gilberto Braga, o autor da novela, aparentemente escreveu Stela para Tônia, caiu feito luva, e como consequência da perfeição veio o Prêmio APCA 1980 – Associação Paulista de Críticos de Arte – como melhor atriz de televisão.

Nesse post eu vou me ater a comentar sobre Stella Simpson e a interpretação que Tônia deu a esta personagem porque, salvo engano, não vi outros trabalhos da atriz por inteiro, sempre cenas soltas – e diga-se de passagem, maravilhosas – ao lado de Paulo Autran e John Herbert.

A personagem é milionária, boa gente e ajuda todo mundo de qualquer forma que precisar, desde financeiramente