Quando preciso de força

By |2019-04-22T08:56:12-03:00abril 22nd, 2019|Categories: Reflexões|Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , |

Sempre quando preciso de força, encontro nos meus pais, Vania Maria Dotto Alves e Boaventura Pinto, e nas minhas duas irmãs, Carla Pinto e Bruna Pinto.

Quando estou desmotivada, pensando em desistir da minha luta, quando a vida parece sem graça. Eles me mostram que ela é muito melhor que parece ser, me levantam toda vez que caio, ou até mesmo antes de eu tropeçar já estão me aparando!

Com eles eu aprendo a me renovar, a me reinventar, a me reencontrar, a acreditar em mim novamente e em sentimentos, que já estavam completamente desacreditados!

Tudo que sou, a minha persistência, a forma como vejo a vida devo a minha família e alguns poucos e bons amigos!

Em suas palavras encontro a esperança que sempre o melhor ainda está por vir!

Amo vocês mais que tudo!!

A vida

By |2019-04-04T18:11:17-03:00abril 12th, 2019|Categories: Reflexões|Tags: , , , , , , , , , , , |

Em novembro do ano passado completei trinta e nove anos. Conversando com minha psicóloga, disse que queria voltar a ter meus 14, 15, 16 anos. Ela me perguntou o motivo pelo qual eu gostaria que isso acontecesse. Eu falei de alguns aspectos físicos que me incomodam. Sou muito vaidosa. Então, ela me mostrou o outro lado da moeda. Me falando que eu não teria toda a maturidade que possuo atualmente. Nem minha bagagem de vida. E completou dizendo, dentre as muitas coisas que conversamos, que a vida é muito mais que umas ruguinhas que vão aparecendo. Que a vida é muito mais que uns dedos que vão ficando mais tortos com o passar dos anos. Que a vida é muito mais que essas pequenas coisas. Que a vida é as relações que construímos com as pessoas. O amor. A nossa alegria. A nossa maturidade que só adquirimos quando vamos ficando mais velhos.

Eu saí de lá muito pensativa e calada. Pois, para mim está sendo bastante difícil esses quase quarenta. Já estava cheia de neuroses com isso.

Fui dormir pensando em tudo que tínhamos falado naquela tarde. Refleti. Então, decidi superar e ficar feliz por ter meus 39 anos. Foi a atitude mais sábia que poderia ter tomado rsrsrs. Porque a vida é o presente. É o agora. É este instante. E este momento. Eu perderia muito tempo se continuasse me lamentando. Perderia tempo de curtir a vida. Sorrir. Celebrar. Lutar. Amadurecer. Viver. E de ser feliz.

O Futuro

By |2018-05-11T10:38:07-03:00maio 14th, 2018|Categories: Reflexões|Tags: , , , , , , , , , , |

Não sei qual será meu futuro, mas alguém sabe? A nossa vida passa tão rapidamente que quem é esperto curte cada segundo e sabe que nós somos frutos das nossas experiências adquiridas no passado, nossas expectativas e objetivos no futuro.
Vale sonhar, acreditar em coisas novas e ser sempre você mesmo. Não se acomodar e fazer algo novo.
Até aonde eu me lembro ainda não havia compartilhado com vocês nada sobre a minha cirurgia no pescoço. Pois é, uma das minhas cirurgias foi neste local. Ela precisou acontecer porque eu tinha muita contração neste lugar, era tão forte que minha cabeça ficava quase grudada nas minhas costas. Eu não conseguia enxergar nada que estava na minha frente, nem o meu rosto no espelho, por último tinha muita falta de ar e não estava conseguindo comer nada sólido. Toda minha comida era liquidificada. Foi uma época bastante difícil porque eu odeio sopa (risos). Não, né gente, não foi só por isso. Obviamente!
Fiz três cirurgias no meu pescoço. A primeira, em 2004, foi bem menos invasiva e não deu certo. A segunda, em 2006, era irreversível, pois todos os meus músculos seriam seccionados. Eu ainda corria o sério risco de ter o meu sistema respiratório comprometido para sempre caso os médicos cortassem uma inervação errada.
Meus pais ficaram bastante temerosos com a intervenção. Porém eu queria muito, não aguentava mais viver daquele jeito. A cirurgia tinha que ser precisa, não poderia ter erros. Então, o neurocirurgião realizou pesquisas em cadáveres da universidade em que ele

Era uma vez…

By |2018-04-11T16:51:04-03:00abril 12th, 2018|Categories: Reflexões|Tags: , , , , , , , , , |

Uma menina novinha chamada Fernanda. Ela se considerava “perfeita”, mas não era e nunca será, pois ser perfeita não é o seu forte. Geniosa como poucas pessoas, tingia os cabelos de preto. Amante do sol, toda vez que o verão chegava ficava super bronzeada. Adorava sair caminhando pelas ruas sem destino certo e dançar uma noite toda sem parar. Era tímida que só, não gostava de falar com pessoas que não conhecia porque tinha vergonha da sua voz já prejudicada pela doença. Amava correr, pular, jogar vôlei, andar a cavalo e principalmente ser livre. Achava que sabia tudo da vida, porém não sabia nada. Sobretudo está sempre disposta a aprender e ampliar seus horizontes.

Sua dor um dia foi grande, pois sua vida mudou muito. Mas hoje já não é mais porque ela vive o presente. Seu passado ficou para trás. Não se bronzeia mais no verão, porém continua amando o sol. Hoje em dia já não corre mais, nem consegue ficar uma noite inteira dançando sem parar e já não tem mais vergonha da sua voz. Felizmente ela nunca se dá por vencida e sempre sabe recomeçar. Ela nunca deixará de ser uma sonhadora convicta, esse é um dos segredos da sua vitalidade. Seu corpo já não é mais livre, porém sua alma sempre será.

Aceitar

By |2018-02-20T11:32:52-03:00fevereiro 20th, 2018|Categories: Reflexões|Tags: , , , , , , , , , , , , , |

O texto de hoje é sobre aceitar, tema estudado e comentado em diversos aspectos. Aqui iremos nos restringir a aceitação das diferenças e dificuldades dos nossos filhos.

Quando os papais estão “grávidos”, esperando um bebê, também se espera muito desta criança. É nesse momento que esta espera passa a ter dois sentidos. O primeiro tem relação com o tempo, sendo o bebê aguardado por todos da família, amigos e até as pessoas que temos pouca intimidade. O segundo tem o sentido de esperar algo, projetando e criando expectativas com a chegada desse filho “idealizado”.

Começando com a semelhança física, é incrível como os quartos de hospitais tem tantos especialistas em saber com quem o recém-nascido se parece. O engraçado disso é que o familiar da mãe diz que é cara da mãe, e o familiar do pai diz que é a cara do pai. Acredito ser o recém-nascido tão mágico que consegue se parecer com todos ao mesmo tempo, rs.

“Puxou o pai, será engenheiro”, “Será a primeira médica da família”, “Eu não consegui, mas ela será uma grande bailarina”, “Que choro forte, puxou a mãe”

Esperar algo de alguém é onde nasce a maioria dos conflitos familiares!

E quando a criança ou o jovem não corresponde com essas idealizações? E quando os pais negam a existência de conflito, expondo o filho em situações de insucesso e intensificam o distanciamento entre eles, criando sérios problemas?

Todas as famílias realizam escolhas pelo seu filho, e muitas vezes estas não condizem com o perfil da criança. E assim

O que te motiva?

By |2018-01-25T13:42:30-03:00janeiro 26th, 2018|Categories: Psicologia, Reflexões|Tags: , , , , , , , , |

O que te faz levantar da cama de manhã? O que te impulsiona a fazer o que faz, ou o que não faz? Qual é a sua motivação? Bem, essas perguntas mobilizaram o mundo científico e organizacional, orientando-os como uma bússola na investigação de estratégias de sobrevivência em um cenário profissional cada vez mais competitivo e em constante mudança. Os cientistas, mais precisamente os psicólogos e as empresas, queriam saber por que as pessoas se comportavam desta ou daquela maneira? Por mais importante que essas questões possam parecer, as respostas não eram aceitáveis. E como a vida precede o trabalho, vamos tentar entender o que de fato é a motivação.

Motivação: vem do verbo latino “movere” que significa mover-se. Ambas indicam um estado de despertar do organismo. Portanto, é algo interno! Na psicologia chamamos intrínseco.

Há tantos conceitos quanto teóricos da motivação tentando estabelecer uma resposta mais adequada e/ou científica para a questão. Aqui, vou tentar ser a mais objetiva, clara e sucinta na análise deste tema e convidar você leitor, a descobrir qual é a sua motivação!

Para Vernon (1973, p.11), “a motivação é encarada como uma espécie de força interna que emerge, regula e sustenta todas as nossas ações mais importantes”.  Contudo, é verdade que motivação é uma experiência interna e subjetiva que não pode ser estudada diretamente. É o impulso que está relacionado à necessidade de fazer algo. No início dos estudos sobre a motivação, o desafio era descobrir aquilo que deveria ser feito para motivar as pessoas; no mundo

Luto e Morte, a Luz da Terapia Existencial

By |2018-01-08T10:40:18-03:00janeiro 6th, 2018|Categories: Reflexões|Tags: , , , , , , , , |

A morte faz parte do desenvolvimento humano, significando e resinificando a vida. O tema da morte sempre desafiou, intimidou e também fascinou o ser humano em várias épocas e fases do seu desenvolvimento. A psicologia como ciência, profissão, reflexão e prática cuida da questão do homem, da sua relação com os outros e com o mundo, com a vida e também com a morte.

Atualmente, falar sobre esse tema ainda é um tabu, embora problemas como o câncer, aids, desespero, solidão, luto, suicídio e violência constantemente nos remetam a meditar sobre ele, como pessoas e mais particularmente como psicólogos e profissionais de saúde (KOVÁCS, 1992).

É desejável que o Psicólogo aprenda a lidar com suas próprias mortes e lutos para que possa dar apoio terapêutico a quem o procura. Para isso é desejável entender a morte sob o ponto de vista social, cultural, religioso, econômico e fenomenológico, aspectos indissociáveis da questão. O Tempo de luto é variável e o traço mais permanente no luto é o sentimento de solidão (KOVÁCS, 1992).

No entanto, há aqueles que dizem não ter medo da morte, mas que não querem encontra-la tão cedo!

“A morte não é a maior perda da vida. A maior perda da vida é o que morre dentro de nós enquanto vivemos” Pablo Picasso.

Martin Heidegger (1889-1976), um dos maiores filósofos e pensadores do século XX, em Ser e Tempo (1927), sua obra mais importante, aborda o ser para a morte e pergunta: “O que é ser, como é ser? O que significa perguntar qual